Número total de visualizações de página

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Rio Dornas

Um silêncio que nada perturba. Os montes na serena quietude de monges que contemplam a obra divina. Duas nuvens brancas encalhadas no azul. Encostas por onde o verde se derramou, aspergidas aqui e ali de amarelo e roxo. Nos pontos mais altos, árvores que a Primavera tardia ainda não remoçou. Um regato no fundo do vale, que uma linha glauca apenas faz adivinhar. E em tudo a serenidade e a paz que só a Natureza sabe dar.
video

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Nos caminhos do rio Águeda

Conhecer os nossos rios não dizê-los de cor - O Minho, o Lima, o Cávado ou a passear o indicador hesitante no mapa - O Tua, o Tua, deve ser por aqui. Conhecê-los mesmo - Cá está ele, não no mapa o indicador, na direcção da água, descer até eles, romper solas e músculos, vê-los, nos pegos a água escura e preguiçosa, límpida e esperta nos seixos, as árvores e o vento na conversa, senti-los, trazê-los para dentro de nós - Irmão rio, como o doce santo de Assis.

video